Morre o pesquisador e professor Evando Mirra

Assessoria de Comunicação - FAPEMIG - 15-06-2018

Morreu nesta sexta-feira, 15, em Belo Horizonte, aos 75 anos, o professor Evando Mirra de Paula e Silva, emérito da Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). O corpo será velado hoje, das 17h às 22h, no Funeral House (Av. Afonso Pena, 2.158), e cremado amanhã, no Cemitério da Colina, em cerimônia restrita.

“Evando Mirra, além de um dos mais influentes cientistas da engenharia brasileira, era um homem culto, que a todos encantava com seu conhecimento da história mundial da Ciência e seu modo maravilhoso de falar, de ensinar. Muito fez pela FAPEMIG e sentiremos sua sua falta", comenta o Evaldo Vilela, presidente da FAPEMIG.

“Era uma pessoa muito especial, um carinho só. Dividi com ele uma fase importante da minha vida e com ele aprendi muito”, diz a professora Vanessa Guimarães Pinto, reitora da UFMG de 1990 a 1994, de quem Mirra foi vice-reitor. Ela destaca que o professor deixa amigos em toda a Universidade, pois transitava por vários campos do conhecimento, como psicanálise, filosofia e letras.

A reitora da UFMG Sandra Goulart Almeida aponta a grande capacidade de liderança de Mirra, “que sempre se colocou à disposição da Universidade, pronto para servi-la e defendê-la”. Lembra também que Mirra era um intelectual de reconhecida erudição, “que ia muito além de seu exemplar exercício profissional”.

Para o vice-reitor Alessandro Moreira, Evando Mirra é uma referência não apenas para a para a Escola de Engenharia, mas para a pesquisa brasileira, tendo atuado em instituições como CNPq e Fapemig. "Além de muito preocupado com a questão do ensino, Mirra também sempre foi uma referência por alavancar as atividades de pesquisa e de pós-graduação e por ser um grande apoiador da Universidade”, avalia.

Professor emérito do Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais da Escola de Engenharia da UFMG, Evando Mirra de Paula e Silva foi vice-reitor da UFMG na gestão 1990-1994 e pró-reitor de pesquisa, além de chefe de departamento e presidente de diferentes entidades do setor educacional, como o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Ele também fazia parte da Câmara de Projetos Especiais da FAPEMIG.

Com mais de uma centena de trabalhos publicados, Evando Mirra era membro de entidades como Associação Brasileira de Metalurgia e Materiais (ABM), Société Française de Métallurgie et de Matériaux (SFM), Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), American Society for Metals - Internacional (ASM) e Sociedade Brasileira de Estudos Clássicos (SBEC).

Foi agraciado com condecorações e prêmios como Membre d´Honneur da Societé Française de Métalurgie et des Matériaux (França) e Membro da Ordem Nacional do Mérito Científico.