Pesquisa identifica perfil de consumidores de vinho em Minas

Minas Faz Ciência - 09-04-2019
363

Fonte: Pixabay


Com a chegada do outono e a perspectiva de temperaturas mais amenas, a ideia de degustar um bom vinho passa a substituir a escolha pelas cervejas geladas do verão.

Já noticiamos que Minas Gerais não só produz vinho, como seus vinhos são premiados. Mas qual o perfil dos consumidores de vinho do Estado?

Uma pesquisa da Universidade Federal de Lavras (UFLA), com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG), buscou identificar as principais características deste público consumidor. A pesquisa indica que o consumo de vinho é relacionado à sensação de prazer e ao bem-estar social.

Dentre os resultados, o estudo aponta que os consumidores adquirem o vinho para ocasiões especiais, como uma confraternização, um jantar e, até mesmo, para presentear alguém.

De acordo com os pesquisadores, o estudo mostrou que o vinho tem potencial para satisfazer necessidades psicológicas, como em interações sociais e na liberdade de pensamento, bem como valores que estimulam a busca por novas conquistas pessoais, que motivam novas experiências de consumo.

A pesquisa, ainda em andamento, foi realizada pelo mestrando Álvaro Leonel de Oliveira Castro, sob orientação do professor Luiz Henrique de Barros Vilas Boas, do Departamento de Administração e Economia da UFLA.


ENTREVISTAS PARA TRAÇAR O PERFIL DE PÚBLICO

Foram realizadas entrevistas com consumidores de vinhos de ambos os sexos, das cidades de Lavras, Varginha, Uberlândia e Belo Horizonte. A maioria dos participantes tinha idade entre 38 a 47 anos, renda acima de dez salários mínimos e participava de clubes do vinho, confrarias, degustações.

Este aspecto é relevante porque indica que o público da pesquisa tem uma vivência mais qualificada do mercado do vinho e dos produtos. São pessoas com hábito de consumo frequente e conhecimento ampliado sobre o tema.“Esses consumidores foram escolhidos por sua relação com vinhos. São pessoas que possuem adegas com vinhos diferenciados, já fizeram turismo em região de vinícolas, cursos de degustação. Tomam no mínimo uma taça de vinho especial por semana e adquiriram, em média, sete garrafas, recentemente”.


CONFIRA O PERFIL DOS CONSUMIDORES DE VINHO ENTREVISTADOS:

    • O acesso aos vinhos especiais ocorre por meio de lojas ou sites especializados;
    • Em média, investem cerca de R$ 82 por garrafa;
    • Preferem o vinho tinto, seguido de brancos e rosés, além dos espumantes;
    • Metade dos respondentes acham que as redes sociais são um meio de interação viável para compartilhar avaliações e opiniões sobre vinhos;
    • A assinatura de revistas especializadas não é um fator determinante, porém, é um meio de informação observado por consumidores que possuem maior vivência no mundo dos vinhos.

Confira a matéria na integra no site do Minas Faz Ciência