Nota de pesar pela morte de José Luiz Rezende Pereira

UFJF Notícias - 09-04-2020
770


Prof. José Luiz Rezende Pereira, da UFJF, ex-membro do Conselho Curador da FAPEMIG (Foto: Alexandre Dornelas/UFJF)

Faleceu, nesta quarta-feira (8), o professor da Faculdade de Engenharia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), José Luiz Rezende Pereira. O docente pertencia ao quadro da instituição desde 1993, no Departamento de Energia Elétrica, sendo vice-reitor na gestão do professor Henrique Duque, entre 2006 e 2014. José Luiz Pereira também foi membro do Conselho Curador da FAPEMIG. Ele tinha 70 anos, aposentou-se em 2018, mas permanecia como pesquisador ativo, atuando junto a importantes projetos na área de geração de energia. Era coordenador do Instituto Nacional de Energia Elétrica (Inerge).

"Em nome da FAPEMIG e em meu nome, como amigo pessoal do Prof. José Luiz Pereira, manifestamos nossa tristeza pelo seu súbito passamento. Nossas condolências aos seus familiares e o nosso depoimento de quão querido, estimado e respeitado era o Prof. José Luiz em nossa comunidade acadêmica. Como professor, cientista, líder e ser humano inigualável, integrou o Conselho Curador da FAPEMIG e também coordenou  importantes projetos apoiados pela Fundação", manifesta-se Evaldo Vilela, presidente da FAPEMIG.

“Recebemos a notícia do falecimento do professor José Luiz Rezende Pereira com profundo pesar. Ele foi um nome marcante na história da UFJF, seja como docente, pesquisador e liderança. Também marcou sua trajetória quando vice-reitor. Uma perda enorme para a Universidade e a academia”, lamentou o reitor Marcus David, que decretou luto oficial de três dias na instituição.

Segundo o diretor da Faculdade de Engenharia, Marcos Martins Borges, o professor José Luiz sempre lutou pelo avanço do ensino e pela melhoria dos padrões de pesquisa da unidade. Foi um dos responsáveis pela consolidação do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica (PPGE) e continuava envolvido no desenvolvimento de grandes projetos relacionados à energia fotovoltaica. “Do ponto de vista profissional é uma perda irreparável para a Universidade e para a Faculdade de Engenharia. E do ponto de vista pessoal, ele era uma pessoa muito amiga. Foi responsável pela formação de muitos professores da unidade, de alunos, mestrandos e doutorandos.”

O pró-reitor adjunto de Pós-Graduação e Pesquisa, Luis Paulo Barra, comenta que José Luiz  já tinha uma carreira prévia junto à Coppe-UFRJ antes de entrar na UFJF, com importantes contatos nacionais e internacionais na área da pesquisa. “Seu trabalho foi fundamental para criação do  Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica (PPGE), o primeiro da Faculdade de Engenharia, o que de certa forma puxou a criação de outros. José Luiz foi fundamental para a formação de toda uma geração de pesquisadores e ainda tinha muito a contribuir.”

Um de seus ex-alunos, professor também da Engenharia, André Marcato, diz que José Luiz se tornou um grande amigo e exemplo de vida. “Perdi uma referência pessoal e profissional.” Segundo Marcato, a maior parte dos professores do departamento foram ex-alunos e orientados por ele. “Fica como grande legado a formação de pesquisadores, os quais estão dispersos no Brasil e no mundo.” José Luiz era, ainda, reconhecido internacionalmente através do IEEE (Institute of Electrical and Electronic Engineers) e, nacionalmente, exercia liderança na Capes, CNPq e Cepel.  O Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência da  Universidade do Porto, com o qual se relacionava, também registrou a perda.

Lamentaram a morte, com mensagens emocionadas, a diretora de Avaliação Institucional e colega da unidade, Michele Farage, e o diretor de Inovação da UFJF Ignácio Delgado, além de diversos colegas e alunos. José Luiz Rezende Pereira deixa a esposa e três filhos.