FAPEMIG comemora 34 anos

Assessoria de Comunicação/FAPEMIG - 22-05-2020
621

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG) comemorou, nesta semana, 34 anos de existência. Foi em 20 de maio de 1986 que aconteceu a primeira reunião do Conselho Curador da FAPEMIG. O evento deu início ao funcionamento oficial das atividades da instituição.

Em mais de três décadas de existência, a FAPEMIG induziu e fomentou a pesquisa e a inovação científica e tecnológica para o desenvolvimento do Estado de Minas Gerais, produzindo avanços significativos no conhecimento científico. Porém, a Fundação ainda possui um longo caminho a percorrer e diversos desafios a enfrentar.

De acordo com o presidente interino da FAPEMIG, Paulo Sérgio Lacerda Beirão, atualmente, presenciamos um cenário peculiar com afastamento social e dificuldades financeiras. “No entanto, acredito que essa pandemia do novo coronavírus reforçou a ideia de uma ciência e tecnologia para o desenvolvimento de soluções para os problemas que enfrentamos. Tenho a convicção de que superaremos essas crises e poderemos mostrar a importância do nosso trabalho para a toda a população”, conta.

Beirão também lembra que, apesar das dificuldades, a FAPEMIG pode se orgulhar por estar presente nas principais iniciativas do Estado para o enfrentamento dessa pandemia. “Desde projetos visando melhoria do diagnóstico, acompanhamento e tratamento, até um projeto de vacina que foi destaque em jornal internacional de renome, o New York Times”.

Celebração Online

Este ano, a comemoração do aniversário da FAPEMIG, foi marcado por atividades online. Durante toda a semana, as pessoas puderam conhecer mais sobre a história da Fundação e suas curiosidades por meio das nossas redes sociais. Além disso, a campanha “Conte sua história com a FAPEMIG” incentivou colaboradores, parceiros e pesquisadores a contar um pouco da história da ciência mineira.

As publicações ainda se encontram disponíveis nos perfis da FAPEMIG no Instagram, Facebook e Twitter (@fapemig). Confira e aproveite para nos seguir: os canais divulgam notícias da Fundação e da ciência que é produzida em Minas Gerais.

História

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais – FAPEMIG foi criada a partir da Lei Delegada nº 10, publicada em 28 de agosto de 1985. Por meio dela, a Fundação nasceu com a missão de fomentar a pesquisa científica e tecnológica em Minas Gerais. No ano seguinte, em 19 de fevereiro, foi aprovado o estatuto da Fundação e no dia 20 de maio de 1986, às 15h30, realizada a primeira reunião do Conselho Curador, com a presença dos conselheiros Paulo Gazzinelli, Amilcar Vianna Martins, Wilson Teixeira Beraldo, Zeigmam Brener, Marcos Mares Guia, Daison Olsany e Silva, Francisco Iglésias, José Alberto M. de Carvalho e Ramayana Gazzinelli. A reunião marcou o início efetivo dos trabalhos na Fundação.

A primeira década da FAPEMIG cumpriu um papel pedagógico para a área de ciência, tecnologia e inovação do Estado. Em um cenário com poucas pesquisas e pesquisadores, a cultura de financiamento a projetos científicos ainda era incipiente em Minas. Aos poucos, a FAPEMIG foi lançando suas primeiras chamadas, incentivando a formação e o apoio a diversos tipos de projetos e buscando mostrar o seu papel em Minas e no País.

A segunda década serviu para ampliar a participação das instituições de ensino e pesquisa do Estado e consolidar o recurso recebido pela Fundação, que corresponde a 1% da receita líquida corrente do Estado. A terceira década, marcou a busca por novos horizontes e possibilidades na pesquisa, por meio do incentivo a parcerias com empresas e outras instituições de pesquisa nacionais e internacionais.

Nessa oportunidade, a FAPEMIG reafirma seu compromisso com os mineiros, com a comunidade científica e com a ciência, na certeza de que os caminhos para o desenvolvimento de qualquer nação passam pela CT&I