DIAGNÓSTICO DE INFECÇÃO POR AGENTES VIRAIS ATRAVÉS DA INCIDÊNCIA DE LUZ

IDENTIFICADOR: 211 | DATA: 23-10-2020
467

SETOR ECONÔMICO:

Biotecnologia


BREVE DESCRIÇÃO:

Esta tecnologia permite a identificação de agentes virais em células através da incidência de feixes de radiação eletromagnética e seus processos de classificação. Assim é possível realizar a análise simultânea de diversos agentes virais a partir de amostras contendo lisado de células ou cultivo de células de forma rápida e precisa, dispensando a utilização de biomarcadores para tal. Baseia-se na combinação de técnicas de espectroscopia ótica e Inteligência Artificial. A tecnologia é caracterizada pelos processos de medição e o software CanDLE, também protegido.


PRINCIPAIS VANTAGENS E BENEFÍCIOS:

Análises simultâneas para diferentes agentes virais (Multiplex), como SARS-CoV-2, Zika e/ou Dengue;

Dispensa completa do uso de biomarcadores (label-free);

Combinação das técnicas utilizadas conferem precisão e acurácia ao processo;


ESTÁGIO DE DESENVOLVIMENTO:

Estudos preliminares em amostras reais


TITULARES:

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS (UFMG)


NÚMERO DO PROCESSO DO INPI:

BR1020200143034


INFORMAÇÕES PARA CONTATO:

Coordenadoria de Transferência e Inovação Tecnológica da Universidade Federal de Minas Gerais (CTIT - UFMG): comunicacao@ctit.ufmg.br


LINKS ÚTEIS:

Acesse o pedido de patente de invenção na íntegra aqui.