GENE E POLIPEPTÍDEO QUIMÉRICOS PARA DEFESA DE PLANTAS CONTRA FITOPATÓGENOS

IDENTIFICADOR: 316 | DATA: 06-04-2021
1772

SETOR ECONÔMICO:

Agronegócio

Biotecnologia


PROBLEMA QUE SOLUCIONA:

Será aplicada para a produção de sementes, progênie ou partes de planta usadas com a finalidade de reprodução assexuada, tendo como alvo plantas de interesse econômico, como tabaco e batata.


SOLUÇÃO APRESENTADA:

A tecnologia é um polipeptídio quimérico e o seu gene quimérico codificante, permitindo a produção de plantas transgênicas as quais terão o sistema de defesa inato melhorado para resistir aos fitopatógenos.


PRINCIPAIS VANTAGENS E BENEFÍCIOS:

Atua diretamente sobre organismos patogênicos e para a indução de respostas de defesas de plantas contra organismos invasores, uma vez que estimula a planta de forma efetiva e imediata a usar o seu próprio sistema de defesa contra os invasores.


ESTÁGIO DE DESENVOLVIMENTO:

O grau de desenvolvimento da tecnologia é o 6, isto é, sistema de protótipo verificado e testado.


TITULARES:

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA - UFJF


NÚMERO DO PROCESSO DO INPI:

BR 102017004391-6


INFORMAÇÕES PARA CONTATO:

pc.critt@ufjf.edu.br


LINKS ÚTEIS:

Acesse o pedido de patente de invenção na íntegra aqui.