FAPEMIG empossa novos membros do Conselho Curador

Assessoria de Comunicação FAPEMIG - 09-08-2023
2475

O Conselho Curador da FAPEMIG empossou, nesta terça-feira (8), o novo conselheiro professor Wagner de Paulo Santiago, reitor da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), durante a sexta reunião ordinária de 2023. A professora Nilda de Fátima Ferreira Soares, presidente da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), também foi designada a tornar-se membro e tomará posse na próxima reunião agendada para setembro. 

Ambas as nomeações foram indicações do Governador Romeu Zema por meio de listas tríplices organizadas pelas Instituições de Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (ICTMGs), inclusive pelas instituições de ensino superior, ambas vinculadas à administração pública estadual. As designações foram publicadas pelo Secretário de Estado de Governo, Gustavo Valadares, no Diário Oficial do Estado.

Os novos conselheiros assumem o mandato por quatro anos e substituem o professor Trazilbo José de Paula Júnior, Diretor de Operações Técnicas da EPAMIG, e a doutora Marília Carvalho de Melo, Secretária de Estado do Meio Ambiente. Ambos tiveram seus mandatos vencidos em julho deste ano.

Organização

O Conselho Curador da FAPEMIG é a instância responsável por definir a política geral da Fundação, deliberar sobre o manual, o plano de ação e o orçamento anual, orientar a política patrimonial e financeira, entre outras funções administrativas e deliberativas acerca do funcionamento da instituição.

O colegiado é composto quatro membros escolhidos entre pessoas de ilibada reputação, sendo dois provenientes do setor empresarial e dois de grande experiência e saber científico e tecnológico, reconhecidos; quatro membros escolhidos dentre os indicados em listas tríplices organizadas pelas Instituições Cientificas, Tecnológicas e de Inovação do Estado de Minas Gerais – ICTMGs públicas federais, juntamente com as instituições federais de ensino superior e privadas sem fins lucrativos, que comprovadamente sejam ICT, todas em funcionamento no Estado; e quatro membros escolhidos dentre os indicados em listas tríplices organizadas pelas ICTMGs, inclusive pelas instituições de ensino superior, ambas vinculadas à administração pública estadual. Ao final de cada mandato são elaboradas as listas tríplices e realizada eleição.

O regimento interno do Conselho pode ser acessado aqui.