FAPEMIG participa de evento em comemoração aos 20 anos do PPSUS

Vivian Teixeira - 22-08-2023
1718


No dia 23 de agosto, das 9h30 às 18h, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG) participa do evento de lançamento da 8ª edição do Programa Pesquisa Para o SUS (PPSUS): gestão compartilhada em saúde, com o tema 20 anos do PPSUS: a ciência e a inovação sustentável de que precisamos. O evento será realizado pelo Ministério da Saúde (MS), em Brasília, e terá transmissão ao vivo. O encontro é destinado a gestores da saúde e de ciência e tecnologia nacionais e das Unidades Federativas (UF). 

A FAPEMIG participa do PPSUS desde 2003. Somente nos últimos dois convênios assinados, de 2017, que ainda está vigente, e de 2012, foram investidos por meio do Programa mais de R$16milhões em pesquisas da área de saúde, no Estado. Os recursos já possibilitaram o financiamento de estudos nas áreas de doenças negligenciadas como malária e leishmaniose, soluções voltadas ao diagnóstico da covid-19 e produtos que permitem a investigação do vírus HTLV, associado a leucemias e doenças inflamatórias, além de muitos outros temas. 

O presidente da FAPEMIG, Paulo Sérgio Lacerda Beirão; o diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcelo Gomes Speziali; e a gerente de Ciência e Tecnologia, Simone Bomtempo Rodrigues, participarão do evento. Para Paulo Beirão, o PPSUS é fundamental porque busca soluções para agravos que afetam o Sistema Único de Saúde. “Por meio do programa, conseguimos mobilizar as inteligências que temos em nossas instituições de pesquisa para resolver e até nos anteciparmos aos problemas de saúde no estado, o que favorece também a formulação de políticas públicas na área”, afirma. 

PPSUS 

O PPSUS é uma iniciativa de descentralização de fomento à pesquisa em saúde nas Unidades Federativas, que promove o desenvolvimento científico e tecnológico, visando atender as peculiaridades e especificidades de cada UF brasileira e contribuir para a redução das desigualdades regionais. 

O Ministério da Saúde, por meio do Departamento de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos - Decit/SCTIE, é o coordenador nacional do PPSUS e conta com parcerias, no âmbito federal, com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), e na esfera estadual, com as Fundações de Amparo/Apoio à Pesquisa (FAP) e as Secretarias Estaduais de Saúde (SES) e as Secretarias de Ciência e Tecnologia (SECT). 

A pesquisa em saúde representa 30% da produção científica nacional. No entanto, há uma forte concentração de doutores e mestres, assim como das instituições de pesquisa, nas regiões sudeste e sul do país. Além disso, as atividades de pesquisa não contam com investimentos suficientes, principalmente nas regiões menos desenvolvidas. 

Os objetivos do PPSUS são: 

  • financiar pesquisas em temas prioritários para a saúde da população brasileira, 
  • promover a aproximação dos sistemas de saúde, ciência e tecnologia locais, 
  • reduzir as desigualdades regionais na ciência, tecnologia e inovação em saúde 
  • promover a equidade. 

Acesse a programação do evento.