FAPEMIG retoma programa de incentivo à pesquisa para servidores públicos

Júlia Rodrigues - 13-11-2023
3805

O Programa que destina bolsas de incentivo a servidores  da administração pública recebe propostas até o dia 31 de janeiro de 2024 


Após cinco anos suspenso, a FAPEMIG retoma seu programa de Bolsa de Incentivo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Tecnológico para o Pesquisador Público Estadual – a BIPDT.  A iniciativa incentiva pesquisadores públicos estaduais detentores de títulos de mestre e/ou de doutor, com vínculo funcional/empregatício na administração pública direta e/ou indireta do Estado de Minas Gerais, a desenvolver projetos de pesquisa científica e/ou tecnológica financiados por agências oficiais de fomento. 

Ficou interessado? Confira a relação de instituições cadastradas clicando aqui

A Chamada 15/2023 - Bolsa de Incentivo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Tecnológico para o Pesquisador Público Estadual – BIPDT foi divulgada na última sexta-feira (10) no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais. Os proponentes precisam estar envolvidos em projeto de pesquisa científica, tecnológica ou de inovação aprovado por agências oficiais de fomento (Sendo elas Capes, CNPq, FAPEMIG, Finep, outras Fundações de Amparo à Pesquisa estaduais e agências internacionais de fomento à pesquisa) como participante da equipe contemplada pelo projeto. 


A Chamada recebe propostas até às 17h do dia 31 de janeiro de 2024. A submissão de projetos deve ser feita por formulário eletrônico disponível no Everest.

Confira o texto integral da Chamada clicando aqui

Ao todo serão alocados R$ 2 milhões em recursos que serão destinados a duas diferentes faixas: A- Destinada a servidores estaduais detentores do título de Doutor e que tenham produção indexada nos últimos 24 meses; B- Destinada aos demais servidores estaduais elegíveis.

“Reativar o Programa de apoio ao pesquisador público mineiro, é indubitavelmente digno de celebração”, comemora o chefe do Departamento de Programas de Bolsas e Eventos Técnicos, Jurcimar Ferreira Martins.

Para ele o pesquisador mineiro, por meio de sua visão e dedicação, desempenha papel crucial e contribui significativamente para o panorama científico. “Este renascimento do Programa BIPDT não apenas atende às expectativas da comunidade científica, mas também incita um otimismo renovado em relação ao futuro das descobertas e inovações que emana desse esforço diligente”, declara.

Bolsa BIPDT  

A retomada da Chamada foi oficializada por meio da Deliberação FAPEMIG n°197/2023 que dispõe sobre a regulamentação dos termos de concessão, manutenção e extinção da bolsa criada em 2005 e suspensa por volta de 2018. 

Seus objetivos são contribuir para a melhoria da eficiência, eficácia e qualidade dos serviços públicos prestados à sociedade, por meio do investimento em capital humano atrelado às atividades de pesquisa científica, tecnológica ou de inovação, bem como do aporte de novos conhecimentos visando à melhoria da gestão pública. Além disso, pretende estimular o desenvolvimento permanente do servidor público e contribuir para o desenvolvimento de competências institucionais e individuais no âmbito da administração pública mineira.