FAPEMIG bate novo recorde de execução orçamentária em 2023

Vivian Teixeira - 18-01-2024
633

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG) bateu novo recorde de execução orçamentária em 2023: mais de R$470 milhões, oriundos do Tesouro do Estado, foram investidos em ciência, tecnologia e inovação no Estado. Além de superar a marca de 2022, o valor é maior do que o previsto no início de 2023 (R$446 milhões). Com isso, é possível dizer que a Fundação executou 105% do seu orçamento.  

Para o presidente da FAPEMIG, Carlos Arruda, essa é uma conquista relevante e ajuda a instituição a desenhar seu planejamento para os próximos anos. “Alcançar essa marcar é importante, por um lado, porque mostra que a FAPEMIG está apta a desempenhar seu papel de agente de fomento e indução à ciência, tecnologia e inovação, contribuindo para que o Estado se destaque ainda mais em termos de oportunidades e competitividade. Por outro, porque nos permite atender aos anseios do sistema de CT&I como um todo, identificando demandas e fomentando soluções baseadas no conhecimento”, acredita.

O orçamento da FAPEMIG é previsto na constituição mineira e corresponde a, no mínimo, 1% da receita orçamentária corrente do Estado. Para a diretora de Planejamento, Gestão e Finanças da Fundação, Camila Pereira de Oliveira Ribeiro, atingir essa nova marca foi possível com o trabalho de toda a equipe da FAPEMIG e com o apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), da Secretaria de Estado da Fazenda (SEF) e da Secretaria de Estado de Planejamento Gestão e Finanças (Seplag). “Pelo segundo ano consecutivo, conseguimos executar o orçamento previsto em sua integralidade. Esse recurso foi empregado nos melhores projetos de ciência, tecnologia e inovação, o que deixa Minas Gerais cada vez mais preparada para os desafios futuros”. 

O recebimento e a execução integral do orçamento representam conquistas também para as instituições científicas e os pesquisadores mineiros, que recebem mais recursos para investir em pesquisas com potencial para melhorar e até transformar a vida dos mineiros. 

Investimentos  

Os recursos foram utilizados pela FAPEMIG na execução de seus programas e criação de novas oportunidades de apoio. Ao todo, a FAPEMIG lançou, em 2023, 20 chamadas públicas para financiamento de projetos em diferentes áreas do conhecimento. Destacam-se as oportunidades direcionadas a empresas para apoio a atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação, parceiros importantes para a competitividade e o desenvolvimento econômico do Estado. 

Também foram concedidas 1.149 Bolsas de Iniciação Científica Júnior (BIC-Jr), destinadas a alunos do ensino médio ou técnico, mais de três mil Bolsas de Iniciação Científica - BIC (para alunos da graduação) e 2.701 bolsas de pós-graduação (mestrado e doutorado). 

Para 2024, além das chamadas rotineiras como a Demanda Universal, a Fundação deve fomentar iniciativas voltadas ao desenvolvimento da cadeia do lítio, geração de energias renováveis, incentivo em capacitação, entre outros temas.