Desafio Hub Conecta Café busca soluções da academia

Téo Scalioni - 14-05-2021
215

A Expocafé 2021 será realizada no formato totalmente virtual entre os dias 18 e 21 de maio. O evento conta com uma programação variada para atender a produtores, técnicos, acadêmicos, pesquisadores e profissionais que atuam em diversos segmentos da cadeia produtiva cafeeira. Este ano, uma das atrações será o Hub Conecta Café, promovido em parceria pelas secretarias de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede) e de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), e pela Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig).

O HuB Conecta Café terá  o formato de rodadas de negócios,  em que desafios de até 10 empresas mineiras de setores similares são conectados com startups e pesquisadores por meio de reuniões individualizadas de 20 minutos cada. A rodada funciona como um evento de conexões, que acontecem nos dias 20 e 21/05. Nesta edição, a novidade é que  no segundo dia (21/05), com o objetivo de fomentar a conexão entre academia e mercado, as rodadas de negócios serão exclusivas para soluções acadêmicas

Nessas rodadas os pesquisadores poderão apresentar soluções para desafios de quatro players da indústria – Adubo Real, Café das Amoras, Cocatrel e Bob Coffe - do café no qual cada um deles apresentou suas necessidades. Dentre esses desafios estão: software para interpretação de análise de solo personalizado para portifólio da empresa e agricultura de precisão e monitoramento de lavouras via drone e ou satélite (Adubo Real); café com finalidade de emagrecimento, estimulante termogênico para vendas direta para os clientes, o que fazer com foligens geradas na torra e a borra de café e soluções de embalagens biodegradáveis (Café das Amoras); MIP eletrônico- formas de documentação do Manejo Integrado de Pragas de forma online, obter informações de como cada praga deve ser avaliada, nível de controle, exemplos das pragas com fotos e sintomas de ataque, possibilidades de produtos, intervalos entre as amostragens (Cocatrel); e embalagens (Bob Coffe).  

De acordo com o coordenador do Hub MG, Michael Soares, a ideia de se trabalhar com a academia em um dia específico e pelo fato de serem um público específico diferente das startups e as empresas podem ter acesso a essas soluções. “ O Hub MG Agro está de portas abertas para apoiar os produtores, cooperativas e empresários do agronegócio mineiro a continuarem inovando e se mantendo eficientes e competitivos, em médio e longo prazos”, explica ele, salientando que o Hub MG   MG já apoiou mais 50 empresas e cooperativas a se conectarem com 250 startups e outras soluções tecnológicas, 

 As inscrições para pesquisadores podem ser feitas aqui até o dia 15/05.