FAPEMIG celebra seus 35 anos

Vanessa Fagundes - 21-05-2021
276

Solenidade reuniu gestores e representantes de diversas entidades da área de CT&I

Representantes de entidades diversas da área de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I), de todos os estados brasileiros, se juntaram aos dirigentes e colaboradores da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais – FAPEMIG – em uma celebração por seus 35 anos. A solenidade, realizada em formato virtual, contou também com o lançamento de novas chamadas para financiamento de pesquisas, que representam um investimento de R$40 milhões.

“Há exatamente 35 anos foi feita a primeira reunião do Conselho Curador da FAPEMIG, com a presença de pesquisadores ilustres. Muita coisa aconteceu desde então. Tivemos períodos de bonança e instabilidades, especialmente a financeira”, lembrou Paulo Beirão, presidente da FAPEMIG. O progresso, porém, é inegável. “Em 1986, ano em que a FAPEMIG efetivamente começou a funcionar, Minas publicou pouco mais de 200 artigos. No ano passado, publicamos 60 vezes mais artigos em periódicos indexados. Qual atividade no país cresceu tanto? Não há. Isso é extraordinário, mesmo com as dificuldades que eu mencionei”.

Beirão reconheceu e destacou a contribuição de agências nacionais e internacionais para o desenvolvimento da CT&I em Minas, e falou sobre o papel da FAPEMIG em zelar pelos temas de interesse do Estado e pelas necessidades e carências regionais. Em um depoimento gravado especialmente para a ocasião, o governador do Estado de Minas Gerais, Romeu Zema, destacou o papel da FAPEMIG no fomento à pesquisa cientifica em MG para avançar cada vez mais e garantir qualidade de vida ao mineiro.

O secretário de estado de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, destacou a atuação da FAPEMIG especialmente nos últimos 10 anos, quando foram apoiados mais de 26 mil projetos de pesquisa. Ele enfatizou a necessidade de levar esse conhecimento para toda a sociedade, de forma que ele possa beneficiar diretamente as pessoas que precisam e que, em última instância, pagaram por esse trabalho. “Esse conhecimento tem mais valor quando chega à sociedade”, afirmou o secretário. A Vitrine Tecnológica do Estado, projeto lançado em 2020, foi lembrada como ação que permite tal apropriação do conhecimento pela população.

A gravação da solenidade foi disponibilizada no perfil da FAPEMIG no Youtube. Acesse aqui. 

Paulo Beirão, presidente da FAPEMIG, durante solenidade em celebração aos 35 anos da Fundação

Chamadas lançadas
Durante a solenidade, o presidente da FAPEMIG, Paulo Beirão, anunciou o lançamento de novas oportunidades para os pesquisadores em Minas Gerais. Juntas, elas somam um investimento de R$ 40 milhões. As chamadas relacionadas ao PIBIC e ao Tecnova II já recebem propostas; as demais serão disponibilizadas nos próximos dias.

Programa Institucional de Iniciação Científica e Tecnológica- PIBIC
Objetivo: Credenciar as Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação e as Instituições de Ensino Superior (IES) localizadas no Estado de Minas Gerais, para a concessão de cotas de bolsas de Iniciação Científica conforme suas capacidades de orientação nessa modalidade.
Investimento: R$ 23 milhões
Acesse aqui 

Programa Tecnova II - Subvenção Econômica à Inovação
Objetivo: Apoiar, por meio da concessão de recursos de subvenção econômica, o desenvolvimento de produtos (bens ou serviços) e/ou processos inovadores de empresas brasileiras para o desenvolvimento dos setores econômicos considerados estratégicos nas políticas públicas federais e aderentes à política pública de inovação do Estado.
Investimento: R$ 2 milhões
Acesse aqui  

Apoio a Núcleo de Inovação Tecnológica
Objetivo: Apoiar os Núcleos de Inovação Tecnológica (NIT) como ação estratégica para favorecer a gestão da Política de Inovação de suas ICTMG, a consolidação do Sistema de Ciência, Tecnologia e Inovação de Minas Gerais e o desenvolvimento socioeconômico e sustentável do Estado.
Investimento: R$ 10 milhões

Organização de Eventos Científicos
Objetivo: Incentivar a divulgação de resultados de pesquisas científicas, tecnológicas e de inovação e contribuir para a promoção do intercâmbio científico e tecnológico através do apoio a organização de eventos científico-tecnológico no Estado de Minas Gerais.
Investimento: R$ 2 milhões

Credenciamento no Programa de Capacitação de Recursos Humanos
Objetivo: Credenciar, preferencialmente, as Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação – ICTMG, públicas estaduais, podendo ser ampliado aos demais órgãos e entidades da Administração Pública estadual, que tenham atividades voltadas para ciência, tecnologia e inovação, ou ensino superior, ou ainda prestação de serviços técnico-científicos, de forma a contribuir para o alcance de seus propósitos estratégicos, os quais poderão solicitar as modalidades de apoio previstas no Programa de Capacitação de Recursos Humanos – PCRH da FAPEMIG, conforme Manual do PCRH.
Investimento: R$ 3 milhões

Depoimentos

Os 35 anos da FAPEMIG representam a opção correta em priorizar a ciência e tecnologia como motor para se chegar à verdadeira diversificação econômica. A FAPEMIG foi muito importante para a formação de jovens cientistas por meio de suas bolsas de Iniciação Científica, ao mesmo tempo em que foi decisiva para que tivéssemos o embrião de grandes projetos de C&T no Estado, como o CTNano e o CTVacinas, que já visam uma agenda de futuro. A diversificação econômica de MG, portanto, superarmos a dependência de produtos tradicionais, isso passa pela valorização dos nossos talentos e instituições acadêmicas. O papel da FAPEMIG nesse sentido vem sendo considerado essencial para termos em MG, em que pesem as dificuldades financeiras, um grande repositório de excelência que é marcado pela ação da própria FAPEMIG.
Juliano Alves Pinto
Subsecretário de Ciência, Tecnologia e Inovação de Minas Gerais

Quero destacar a importância da FAPEMIG para o fortalecimento e o desenvolvimento de nossas instituições de pesquisa. Como é conhecido, mais de 90% da pesquisa, no Brasil, é feito em instituições públicas. Nesse sentido, o papel da FAPEMIG é fundamental.” 
Sandro Amadeu
Presidente do Fórum das Instituições Públicas de Ensino Superior de MG (Foripes)

A SBPC está muito feliz em estar com vocês neste momento importante para a ciência brasileira e de Minas Gerais (...). Nossa alegria é duplicada pelo lançamento de novos editais, pela retomada de programas tradicionais da FAPEMIG, em particular o de Iniciação Científica, e pelo cumprimento dos compromissos anteriores assumidos com a comunidade científica de Minas.”
Ildeu de Castro Moreira
Presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC)

A FAPEMIG foi a quarta fundação a ser criada no país. Nesses 35 anos, acumula muitas realizações e conquistas. (...) O Confap, que reúne as 26 fundações estaduais de amparo à pesquisa do Brasil, se sente muito feliz com as realizações de uma de suas instituições, com esse momento festivo, e parabeniza a FAPEMIG.
Odir Dellagostin
Presidente do Conselho das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap)

Ficamos contentes com a resiliência da FAPEMIG, com seus 35 anos de existência, com sua resistência a períodos de menos recursos, como o que estamos atravessando agora. Acho oportuno defendermos o 1% da FAPEMIG. Se ela já fez muito por Minas, pode fazer ainda muito mais, desde que sejam garantidos os recursos necessários para o seu funcionamento.
Luiz Davidovich
Presidente da Academia Brasileira de Ciências (ABC)

Falar de Finep e FAPEMIG é falar de um casamento muito harmonioso. Eu diria que é quase um queijo com goiabada, a gente se complementa bem. Temos uma história marcada por momentos de sucesso, que vêm desde o Pappe, passando por novos programas, como o Tecnova e o Centelha, todos com resultados positivos”.
Vitor Kappel
Financiadora de Estudos e Projetos (Finep)

Desenvolvimento com base em conhecimento: não precisa buscar na Coreia. Podemos buscar em São Paulo, com o exemplo da Fapesp. É isso que temos que fazer, e isso é possível. (...) A FAPEMIG é uma instituição estratégica para Minas e para o país também."

Evaldo Ferreira Vilela
Presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)