Café e ciência: sabores e inovações

Vanessa Fagundes - 14-04-2023
3478

Hoje, 14/4, é celebrado o Dia Mundial do Café. O grão é de grande importância econômica para o Estado, que figura entre os maiores produtores do país. Segundo levantamento da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater), são mais de 1,33 milhão de hectares de área destinada a cafezais em Minas.

A diversidade de sabores e aromas da produção mineira é incrementada por diversas pesquisas científicas desenvolvidas no Estado, boa parte delas com o apoio da FAPEMIG. Nos últimos cinco anos, foram investidos mais de R$4,1 milhões em projetos com foco no café e em sua cadeia produtiva.

Em comemoração à data, a Live temática FAPEMIG do mês de abril terá como tema Café e Ciência: Sabores e inovações. Três especialistas foram convidados para a conversa: Mário Resende, professor da Universidade Federal de Lavras (Ufla) e coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Café (INCT/Café); Helena Alves, pesquisadora da Embrapa Café e colaboradora do Laboratório de Geoprocessamento da Epamig; e Whasley Duarte, professor da Ufla e membro do INCT/Café.

A conversa acontecerá pelo perfil da FAPEMIG no Instagram (@fapemig) no dia 18/4, terça-feira, às 15h. A proposta é falar sobre as características e o potencial do produto cultivado em Minas, as contribuições da ciência para inovações na cadeia produtiva e destinações que vão além da xícara.

Dúvidas podem ser enviadas para o nosso Fale Conosco