FAPEMIG divulga os resultados do Programa Centelha 2

Vivian Teixeira - 30-06-2023
3164

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG) divulgou a lista com os 25 projetos aprovados em Minas Gerais na segunda edição do Programa Centelha, que agora receberão mais de R$1,6 milhão de investimentos. A relação de projetos aprovados pode ser acessada na Plataforma Centelha. 

O Programa Centelha tem o objetivo de promover a inovação, o desenvolvimento de novas tecnologias, a geração de novas empresas, empregos e de ganhos econômicos para Minas. Nesta segunda edição, 215 ideias foram apresentadas. Após 12 meses do lançamento e três fases com capacitações e , o Programa Centelha chega ao resultado final, que permitirá o aporte de até R$ 66,6 mil por projeto, com recursos Finep e FAPEMIG.

No Centelha 2, os projetos se apresentaram em dez temáticas diversificadas, com destaque para setores de aplicação relacionados à saúde e bem-estar, Ti Telecom, Educação, Agronegócio, Meio Ambiente, Bioeconomia, que têm mobilizado debates na comunidade em geral e acadêmica.



Para Célia Loureiro, do Departamento de Proteção e Transferência de Conhecimento (DPT) da  FAPEMIG, é muito interessante acompanhar o nível de repercussão e impacto que o Centelha vem adquirindo em Minas Gerais. “Ver a diversidade de temas e regiões do Estado com projetos aprovados nos motiva muito, pois sabemos que produtos de base tecnológica poderão impactar populações que necessitam de forte desenvolvimento em diversas áreas, como é o caso do Norte de Minas. Na primeira edição, apenas um projeto da região foi contemplado, em Montes Claros. Na segunda, foram quatro projetos: três de Montes Claros e um de Januária”, afirma.



Com o objetivo de promover investimentos nas regiões Norte e Nordeste de Minas Gerais, nesta edição, a Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) irá contratar projetos adicionais selecionados no âmbito do Programa.

O processo de abertura das novas empresas e a entrega da documentação acontecerão nos próximos 60 dias. 

Sobre a chamada

O Programa Centelha MG é promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e a Fundação CERTI. No Estado, o Programa é executado pela FAPEMIG. Outras informações podem ser encontradas aqui.