SISTEMA DE INCUBAÇÃO EXPERIMENTAL PARA EMBRIÕES DE PEIXES

IDENTIFICADOR: 349 | DATA: 22-07-2021
2758

SETOR ECONÔMICO:

Agronegócio


PROBLEMA QUE SOLUCIONA:

A capacidade técnica para preservação de gametas e embriões de peixes e de invertebrados aquáticos tem se expandido rapidamente nos últimos anos impulsionada primariamente pela indústria aquícola, o que torna fundamental o desenvolvimento de técnicas adequadas e eficiente]entes para o desenvolvimento destes embriões. Além disso, há uma dificuldade de trabalhar com embriões em sistemas pequenos e que permitam manter a qualidade (oxigenação e flutuabilidade, por exemplo) dos mesmos por longos períodos de experimentação com soluções crioprotetoras comumente utilizadas ou novos tipos de soluções.


SOLUÇÃO APRESENTADA:

Elaboração de um sistema de encubação experimental para o desenvolvimento de embriões e larvas de peixes crioscopicamente preservados ou não, utilizados materiais baratos e de fácil obtenção como tubos e PVC, suportes de madeira, bombas de compressão de oxigênio usadas para aerar aquários e pedra porosa.


VANTAGENS E BENEFÍCIOS:

Este sistema permite a recirculação de solução entre todas as incubadoras e utiliza uma substancia fotossensível para controlar e prevenir prováveis contaminações que este sistema de recirculação possa provocar. A tecnologia proposta é vantajosa, pois, incubadoras são sistemas isolados e, portanto, não há recirculação de solução entre as incubadoras, o que impede a contaminação de suas soluções e mantem a concentração e osmolaridade das soluções constantes.


POTENCIAIS E PLICAÇÕES:

Potencial aplicação na piscicultura: na garantia da preservação de embriões e larvas de peixes.


ESTÁGIO DE DESENVOLVIMENTO:

Patente concedida.


TITULARES:

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS - UFLA


NÚMERO DO PROCESSO DO INPI:

BR 10 2013 017858 6


INFORMAÇÕES PARA CONTATO:

nintec@ufla.br


LINKS ÚTEIS:

Acesse o pedido de patente na íntegra aqui.