Programa Centelha disponibiliza R$1 milhão para ideias inovadoras

Tatiana Nepomuceno - 16-09-2019
1214

Já estão abertas as inscrições para o Programa Centelha, iniciativa que visa estimular a criação de empreendimentos inovadores a partir da geração de novas ideias em Minas Gerais. No Estado, o programa será executado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado (FAPEMIG) e o aporte financeiro destinado ao projeto é da ordem de R$ 1 milhão. Para o presidente da Fundação, Evaldo Vilela, esta é a oportunidade de revelar talentos inovadores escondidos no Estado e que contribuirão para o desenvolvimento de Minas Gerais. “São as transformações geradas pelas inovações que contribuem para o desenvolvimento econômico. Elas criam o futuro!”, disse.

Poderão participar pessoas físicas, que atendam às exigências da Chamada, ou empresas com faturamento anual bruto de até R$ 4.8 milhões, criadas e formalizadas a partir do programa ou com até 12 meses de criação, contados a partir de hoje (16). Interessados em submeter suas propostas devem realizar sua inscrição por meio do site do Centelha/MG, até o dia 30 de outubro. “A expectativa é que o Centelha/MG receba mil inscrições, permitindo a multiplicidade de projetos com temáticas e vertentes diversas”, explica Thiago Morais, membro da equipe executora do programa no Estado.

Morais explica como será o processo seletivo. “A seleção funcionará como um funil. A expectativa é que tenhamos mil ideias submetidas na primeira fase e que passem 200 projetos para a segunda fase, 100 para terceira e ao final selecionaremos as 15 melhores propostas. Importante destacar que cada fase terá uma série de vídeos para os proponentes se capacitarem e melhorem seus projetos”, declara. As propostas selecionadas receberão um pouco mais de R$ 66 mil para o desenvolvimento da ideia, no formato de subvenção econômica (recursos não reembolsáveis). “A ideia é gerar novas empresas, movimentar o ecossistema de inovação e levar soluções para o Estado”, complementa.



Etapas do Programa. Fonte: http://programacentelha.com.br


O diretor de CT&I da FAPEMIG, Paulo Beirão, ressalta a importância do apoio do Estado no contexto de inovação. Para Beirão, o processo de inovação nas empresas depende de inúmeros fatores, dentre eles a capacidade de gestão do processo de inovação capazes de gerar novos produtos para o mercado, com competitividade e sustentabilidade. “Neste contexto, o fomento não reembolsável, por parte do Estado, representa, muitas vezes, o único caminho para se inovar nas micro e pequenas empresas. Além disto, o Centelha é uma importante forma de apoio a ideias inovadoras em estágio ainda embrionário, que de outra forma teriam dificuldade de serem desenvolvidas”, finaliza Beirão.

A chamada pública 05/2019 - Programa Centelha pode ser acessada aqui.

Centelha

O Programa Centelha é uma ação promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), e operada pela Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi). Nesta primeira edição, participam do Programa 21 estados: Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Sergipe.

Em Minas Gerais, o Programa será executado pela FAPEMIG. Do investimento previsto de R$1 milhão, R$ 600 mil são oriundos da Finep e R$ 400 mil da agência mineira. A mesma pessoa ou empresa pode apresentar mais de uma ideia, mas apenas aquela com maior pontuação passará para a próxima fase. Para saber mais sobre o Programa ou esclarecer dúvidas, visite o site do Programa