Evento aborda mitos e verdades sobre a covid-19

Centro de Comunicação da Faculdade de Medicina/UFMG - 05-05-2021
568


O fenômeno das informações falsas, que já era percebido na última década, encontrou terreno fértil durante a pandemia de covid-19. Com o objetivo de atuar na disseminação de conhecimento baseado em evidências científicas, a Faculdade de Medicina da UFMG, com o apoio da FAPEMIG, promove o 1º Simpósio Mitos e Verdades Sobre a Covid-19. A ação será no dia 7 de maio, das 18h30 às 21h30. Inscreva-se no simpósio aqui.

A professora do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da UFMG e organizadora do simpósio, Milena Marcolino, explica que o excesso de informações disponíveis na internet é um desafio no combate à pandemia. “Informações falsas comprometem o cuidado com pacientes com covid, às vezes levando ao aumento do risco para essas pessoas”, afirma. “As fake news são uma grande barreira no combate”, completa.

Serão abordados temas como o reconhecimento de fake news, vacinação, máscaras, kit covid e outros. “Haverá uma parte para ensinar como buscar informação científica de qualidade e confiável. Toda a linguagem é voltada para população leiga. A expectativa é trazer a melhor evidência científica disponível, com profissionais renomados de diversas partes do Brasil e do mundo”, explica a professora.

As atividades terão transmissão do canal da Coordenadoria de Assuntos Comunitários (CAC) da UFMG e contarão com intérpretes de Libras.

Congresso
O evento faz parte do 1º Congresso Brasileiro de Evidências Clínicas na Covid-19. A ação é pioneira no país e irá abordar a covid-19 por diversos aspectos: tratamento, prevenção, vacinas, sequelas, impactos em saúde mental e efeitos indiretos (como aumento da violência contra mulher), entre outros. A programação terá palestrantes das regiões Nordeste, Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil, além de representantes de universidades estrangeiras, como Oxford e Bristol.

O congresso é organizado por estudantes e pesquisadores voluntários. A origem do evento foi a pesquisa “Registro Hospitalar Multicêntrico Nacional de Pacientes com Covid-19”, financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) – ação que conta com 37 hospitais colaborando na produção de evidências clínicas. A UFMG e o Instituto de Avaliação de Tecnologia em Saúde (IATS) apoiam a iniciativa do congresso. O evento já recebeu mais de 13 mil inscrições, contando com os simpósios.

A programação completa pode ser conferida no site do evento