Seminário discute internacionalização e inovação em MG

Vanessa Fagundes - 13-03-2023
2393

Em quais áreas do conhecimento Minas Gerais pode se destacar e causar impacto? Com essa pergunta, Connie McManus, professora titular da Universidade de Brasília (UnB) e da Cátedra Paschoal Senise da Universidade Estadual de São Paulo (USP), conduziu um debate sobre Internacionalização e Inovação para o Desenvolvimento de Minas Gerais. Ela proferiu palestra durante seminário realizado hoje (13) na sede da FAPEMIG, em Belo Horizonte. O evento reuniu pró-reitores e representantes das Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação (ICTs) do Estado, que debateram as vocações da região e caminhos possíveis para ampliar a cooperação internacional.

Na abertura do seminário, Paulo Sérgio Lacerda Beirão, presidente da FAPEMIG, contextualizou a proposta da atividade. “Nos últimos anos, devido a restrições financeiras, o nosso apoio à área de internacionalização foi tímido, conseguimos manter apenas algumas atividades pontuais e em nível basal. Agora, com nossa capacidade de fomento restaurada, queremos discutir com as instituições os próximos passos e as ideias para novas chamadas”, disse.

Lucas Brown, do consulado britânico em Minas Gerais, e Franz Brandenberguer, adido comercial do governo do Canadá, participaram do evento e falaram sobre possíveis áreas de trabalho em conjunto com seus países. Agricultura sustentável, saúde global, internet das coisas e mineração estão entre as áreas mencionadas. Na sequência, Connie McManus realizou sua apresentação, destacando as potencialidades do Estado e oferecendo sugestões para incrementar a internacionalização e a inovação em Minas. Ela enfatizou a importância da definição de competências necessárias, do incentivo a talentos, de uma maior ligação entre empresas e universidades, além da melhor articulação entre a cadeia de produção estadual e hotspots.


Professora Connie McManus durante Seminário de Internacionalização e Inovação para o Desenvolvimento de Minas Gerais, realizado na FAPEMIG. (Foto: Almir Ferreira/FAPEMIG)

A palestra da professora Connie McManus pode ser assistida aqui.

Debate
No período da tarde, Paulo Beirão e Marcelo Speziali, diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação, apresentaram algumas possibilidades relacionadas ao apoio à internacionalização considerando, especialmente, as nove plataformas tecnológicas previstas em seu planejamento estratégico (veja aqui). A partir daí, abriu-se o debate, quando os presentes tiveram oportunidade de oferecer sugestões relacionadas aos desafios e possibilidades de cooperação internacional. A proposta é partir dessas sugestões para elaborar chamadas com foco na internacionalização, a serem lançadas pela FAPEMIG ainda neste ano.